Como usar a IDE do Arduino

Tutorial > ESP8266



Escrito por: Celso Eiju ito - eijuito@gmail.com
Data: 20160826
Tags: #Tutorial #ESP8266 #IDE Arduino #MCU

Configuração do Software


Este tutorial foi desenvolvido com base no texto encontrado no https://github.com/esp8266/Arduino e foi complementado por experiências locais.

O sistema de arquivos descrito aqui é muito útil https://github.com/esp8266/Arduino/blob/master/doc/filesystem.md

Adquira a IDE do Arduino

O primeiro passo é baixar a IDE do Arduino no seu PC.
Ele pode ser baixado da página de download. Caso já o tenha feito, tenha certeza de que você tenha pelo menos a versão 1.6.4 do Arduino, o ideal é a versão 1.6.11.

Adicione a placa ESP8266 na IDE do Arduino

Depois de iniciar a IDE do Arduino, abra "Preferences" que se encontra no Menu "File"

Preferences-Preferences

Preencha no campo "Additional board managers URLs:" com esta url: http://arduino.esp8266.com/package_esp8266com_index.json

Feche a tela pressionando o botão "Ok".

Agora podemos adicionar a placa ESP8266 pelo "Boards Manager ...".

Clique no Menu "Tools" a opção "Board: <Alguma placa Arduino anteriormente usada>". Lá, ao abrir o submenu, você irá encontrar a primeira opção "Board Manager..."

boardmanager-1 _ Arduino 1.6.5

Entre na barra de Procura, as 3 letras "esp"

boardmanager-2 _ Arduino 1.6.5

O cartão contendo "esp8266 by ESP8266 Community" irá aparecer. Clique nele. O botão "Install" irá aparecer. Clique nele e espere até que ele termine de baixar a placa, assim como a figura abaixo.

Boardmanager installed

No submenu de "Tools", "Board: <Alguma placa Arduino anteriormente usada>", novas placas referentes ao ESP8266 aparecem.

ESP8266 board generic_ Arduino 1.6.5

Aqui iremos utilizar o "Generic ESP8266 Module" (Quando você tiver, por exemplo, o ESP-1 ou ESP-12, esta é a placa que você tem que escolher.
Selecione "Generic ESP8266 Module". Sua tela ficará parecida como esta:

Board Info

Note que o "Upload Speed:" está configurado com o valor "115200" que é a velocidade recomendada para a transferência do sketch.

Não se esqueça de configurar o tamanho da memória Flash. Acima vemos que está 512KB. O ESP-12 tem 4MB.

Verifique no windows, a porta em que o ESP8266 está conectado "COM5", por exemplo.

Configure a IDE para transferencia de sketch na porta serial anotada "COM5".



Pressione o botão "Verify" para compilar seu primeiro sketch.
O software é instalado com sucesso quanto você obtiver a mensagem "Done compiling".
Confirmando que você também vê "Generic ESP8266 Module" no rodapé da tela.

Done Compiling Arduino 1.6.5

Preparação do Circuito
O ESP8266 não vem com o conector USB com ele.
Isto é um componente adicional, requerido para comunicar com o PC.
Ele é chamado adaptador USB para TTL (na figura você verá o adaptador FT232RL FTDI USB para TTL Serial)

TTL to ESP01 blink ESP8266

As conexões deverão ficar assim:

USB TTL <–> ESP8266 ESP-01
GND — GND
TX     — RX
RX    — TX
Se seu conversor USB TTL não tiver o RTS ou DTR, você terá que configurar seu ESP8266 manualmente para o modo de transferência (flashmode). Ambas opções são explicadas no exemplo blink no final desta página.

Battery   <–>  ESP8266 ESP-01
battery +   — VCC
battery –    —  GND
battery + — CH_PD
Se você tiver lido todos os outros sites, você já sabe. Está alertado de que este módulo deverá receber 3.3volts.
Você poderá optar por alimentar pela bateria ou outro tipo de fonte de energia. A maioria das fontes de energia dos conversores USB TTL não irão fornecer energia suficiente para transferir o sketch ou para conectá-lo a rede WiFi. Você pode até tentar mas não se desaponte se não funcionar.

port

Selecione no Menu "Tools", a porta correspondente ao adaptador USB-TTL.

Abra o monitor serial (pressionando CTRL-Shift-M ou pelo Menu "Tools").
Selecione a emulação de teclas para "Both NL & CR" e a velocidade para 115200 baud. Isto pode ser feito na parte de baixo da tela do terminal.
No momento que reiniciar o ESP8266, verá algo como isto:

AT+GMR

De qualquer forma: a primeira linha parece estar como se estivesse com uma porção se sujeira. Isto está certo. Só temos que ignorar.

Depois de ter transferido seu primeiro sketch.  Esteja ciente que ao transferir um sketch, sobrescreverá o programa AT e portanto, os comandos AT não funcionarão mais.

Siga as instruções no Blink para transferir seu primeiro sketch.

Existem 3 opções:

A) A melhor forma é usando RTS e DTR para transferir seu sketch, usando transistor NPN.
B) A forma mais fácil é usando RTS e DTR , mas o monitor serial não funcionará mais
C) A forma mais dificil é a de usar 2 botões.

Isto dependerá do conversor USB-TTL que você tiver em mãos:
usb-ttl-ft232rl-pinout + 2N3904_pin_layout_S


A) Com DTR & RTS, use blink

usb-ttl-ft232rl-pinout

B) Com DTR & RTS, use blink (sem suporte do monitor serial)

2015-04-18 18_17_40-Adaptador USB-TTL PL2303HX _ Nextia Fenix - Internet Explorer


C) Sem RTS & DTR use blink-manual-flash


Boa sorte!!!
  'Labirito Master
Comments