Tutorial‎ > ‎Arduino‎ > ‎

Arduino IDE Eclipse

Sobre o Eclipse

O Eclipse é um projeto da IBM que deu tão certo que rendeu muitos projetos a partir dele.
Inicialmente, ele foi desenvolvido para auxiliar nos projetos em JAVA e agora temos IDEs para PHP, C/C++, Phyton e muitos outras linguagens.
Sua interface gráfica se tornou tão modular e tão flexível que ele acabou se tornando um container de plugins e tudo nele é implementado através de plugins OSGi.
Como IDE, ele é excelente provendo tudo o que os maiores IDEs são capazes de oferecer e muito mais. Portanto, ao portarmos o ambiente do Arduino para o Eclipse, temos muitas vantagens em relação ao IDE original pois apesar da IDE já ser produtiva, só possui o básico para poder criar o seu código e transferir pro Arduino.
Encontrei alguns plugins para o Arduino e o mais completo é o que encontrei aqui: http://eclipse.baeyens.it/

Eclipse implementado por Jantje Baeyens

Normalmente, as implementações vem em forma de plugins e podem ser instaladas diretamente de dentro do próprio Eclipse. É o caso deste plugin e a instalação é bem simples porém depois da instalação, são configuradas várias funcionalidades para que a IDE fique mais parecida com a IDE original e pode ser complicado para aqueles que não estão acostumados com este tipo de ambiente de desenvolvimento, principalmente porque os desenvolvedores de Arduino são na maior parte iniciantes.
A versão atual é a 4.1 e possui o codinome Sloeber.
Recomendo fortemente a entrar na página principal http://eclipse.baeyens.it/index.shtml e assistir os vídeos.

Instalação do Sloeber

No menú superior, escolha Install e depois Windows.
Escolha o Product Bundle (produto inteiro) contendo tudo que é necessário e já configurado, de acordo com o seu Windows, 32 ou 64 bits. Lembre-se de baixar o JDK que combine também. Testei aqui com o JDK 8.
The version I downloaded is V4.1_win64.2017-05-25_16-52-16.tar.

Mova o arquivo no local onde deseja ter o eclipse instalado e descompacte.

Verifique se já possui o JAVA Development Kit instalado, caso não possua, baixe e instale

Inicie o Sloeber executando o sloeber-ide.exe e verá uma tela como este aqui embaixo.


Em algum momento, o windows irá detectar tentativa do Sloeber acessar a Internet. Permita total acesso.


Ao final, será apresentada a tela Welcome. Abaixo, temos a tradução:

O que fazer para o início rápido

Espere a configuração terminar.
Este será a única vez após a instalação do Sloeber 
Conecte o Arduino no seu PC enquanto espera.

Somente as placas Arduino vem pré-instaladas.

Para adicionar outras placas vá para windows preferences arduino Third party index url's e adicione arquivos json para novas placas.
Dica: Se clicar no Where do I find json URL's? Será apresentada uma lista de URL's json com detalhes sobre as placas tais como:

ESP8266 Community: http://arduino.esp8266.com/stable/package_esp8266com_index.json
Generic ESP8266 modules
Olimex MOD-WIFI-ESP8266
NodeMCU 0.9 (ESP-12)
NodeMCU 1.0 (ESP-12E)
Adafruit HUZZAH ESP8266 (ESP-12)
SparkFun Thing
SweetPea ESP-210
WeMos D1
WeMos D1 mini
Caso queira adicionar as placas do ESP8266, basta usar a URL acima para adicionar a lista, marcar o Update local json files (including library), como na tela abaixo:

Pressione o botão para criar um novo sketch.
Assim como o fazemos no IDE Arduino só que aqui temos um guia inteiro te permitindo iniciar através de exemplos.

Pressione o botão para fazer upload
É por padrão ser questionado se deseja fazer a construção do código antes.
 

É bom saber

  • A saída do console expõe os detalhes, resultado da construção e o retorno do upload do seu aplicativo sendo extremamente útil durante a compilação do código.
  • A saída do console é uma tela com lingueta localizada na parte de baixo.
  • O monitor serial pode permanecer aberto todo o tempo. Ele permite que seja feito o upload do código sem problemas.
  • O monitor serial também é uma tela com lingueta localizada embaixo.
  • O explorador do projeto se localiza à esquerda e contém todos os projetos de forma organizada.
  • O Eclipse é capaz de exibir multiplos monitores. Caso não veja nada no monitor, assegure que esteja vendo o monitor correto (através dos botões acima a esquerda do monitor)
  • O eclipse requer que a biblioteca <Arduino.h> seja definida. Portanto certifique-se o código que está trazendo de um sketch criado em outra IDE possua o #include <Arduino.h>

Fechando a página Welcome, temos a vista do ambiente de trabalho contendo várias áreas, algumas delas já descritas.

Para iniciar, escolhemos a placa através do menu Arduino - Preferences

Na árvore a esquerda, opção Arduino temos os subníveis:
  • Library Manager
    • Contém bibliotecas selecionadas para a grande maioria dos sensores, atuadores, display e periféricos conhecidos. A grande vantagem é que não é preciso "garimpar" as bibliotecas pela internet, sabendo que são razoavelmente confiáveis por serem incluídas aqui.
    • As caixas de seleção, quando são marcadas, baixam e instalam essas bibliotecas automaticamente.
  • Platforms and Boards
    • Contém a configuração das placas que vem pré instaladas (as dos Arduinos) e as instaladas através de URL json. Caso não encontre a placa desejada, utilize a opção Third party index URL's para incluir.
    • Você deve marcar as caixas de seleção para que as bibliotecas e outros artefatos referente as placas sejam baixadas e instaladas automaticamente.
  • Third party index URL's
    • Contém a lista de URL's de várias placas a serem configuradas.
    • O link Where do I find json URL's? facilita a procura pela URL desejada.
A conexão com o Arduino e instalação de driver caso necessário segue exatamente os mesmos procedimentos da IDE do Arduino.

Boa sorte!
 'Labirito Master


Por favor, se por acaso encontrar algum erro ou quizer sugerir alguma melhoria, copie o endereço desta página e envie o formulário na página de Contato escolhendo o assunto desejado.
Comments